Escândalo na educação de Santa Rita(MA) envolvendo a esposa de Fredilson

Localizada na região Metropolitana da capital, São Luís, Santa Rita conhecida como a “Capital” da Farinha de Mandioca já pode ser colocada no rol das cidades onde o crime compensa e a Lei parece que fica emudecida.
Com uma Educação que beira o Desespero e que não paga seus Professores, a gestão do prefeito Dr. Hilton Gonçalo (PC do B), vem acumulando diversos percalços quando o assunto é DINHEIRO PÚBLICO.
Segundo o que foi apurado pelo Blog, os Professores do Município não Receberam o 1/3 de Férias, isso os concursados e efetivados, e os contratados nem mesmo tem recebido seus Onerários corretamente.
E como se não fosse bastante o fato de os Professores que trabalham, não receber o que lhes é de Direito, tem alguns que estão sem Pisar em sala e RECEBEM, com os Incentivos, NORMALMENTE.
Vamos aos que, supostamente, praticam tal crime:
O Secretário de Educação do Município, Paulo Marcio. Segundo foi denunciado ao MP, ele estaria Recebendo como Secretário de Educação e como Professor III, pois, não Trancou a Matricula na escola, João Batista de Carvalho (CEMA). Custando assim para o contribuinte a bagatela de mais de 10 mil reais por mês, é mole?
Isto é o que que está no Portal da Transparência do Estado, meses de Março e Maio/2017
Extrato de Pagamento do Município:
Lisete Muniz Carvalho, que segundo denúncia, estaria de Licença sem Vencimento a pelo menos 2(DOIS) anos, e sem dar Aulas, estaria também Recebendo o Salário com Incentivos. Como você pode acompanhar na foto, a Sra. Lisete Carvalho é esposa do atual Presidente da Câmara Municipal de Santa Rita e que segundo já foi divulgado, Dr. Hilton Gonçalo, foi que “elegeu” Fredilson Carvalho a Presidente. (Mas isso vem ao caso?)
Vejam os Extratos de PAGAMENTOS EM DIAS que a Professora Lisete está Recebendo mesmo SEM está Lecionando.
Daniel de Jesus de Sousa Santos, segundo a denúncia, está como Assessor Jurídico do Município (como mostra o Documento abaixo) e posteriormente, sem exercer a Função de Professor e mesmo assim está Recebendo Salário com as gratificações.
Extratos de Pagamento com Professor do Assessor Daniel de Jesus.
Segundo nos informaram, existem mais de 10 Professores, concursados ou efetivados, no Município, sem está em Sala de Aula, e mesmo assim RECEBEM seus Salários. Para sustentar um suposto esquema de “Pagar os Votos de Campanha”, são Contratados alguns Professores sem concurso ou processo seletivo.
Ainda existe o caso que acontece do outro lado do Rio, em que os concursados foram substituídos por professores contratados e que segundo nos informaram, nem mesmo tem o Ensino Médio e são Parentes de um Secretário Municipal.
Se for, perante a justiça, provado que todos estão usando destas manobras para obter recursos públicos, terão que Devolver cada Centavo.
Na minha humilde opinião, Crescer é Diferente de Inchar.
1Samuel 22, 2

 

Deixe uma resposta