SANTA RITA(MA): SEMED admiti despreparo e tenta prejudicar Educação

O Município, segundo a lei, tem que dividir as 800hs/aulas por no mínimo 200 dias, sem contar o período destinado as Avaliações. Este período, em Santa Rita, iria até o mês de Janeiro de 2018, mas segundo informações que chegaram para os pais de alunos, o período letivo só vai até 15 de Dezembro/2017, o que, com certeza, vai atrapalhar em muito o aprendizado dos Alunos.

Na Circular Nº 009/2017, o sindicato dos Professores de Santa Rita (MA), rejeitou a proposta da Prefeitura de querer “trocar o pneu com o carro em movimento”, a proposta desrespeita tanto a LDB, pela forma como foi proposta, quanto os aluno e profissionais da Educação.

O que parece ser uma Proposta tentadora de antecipar as Férias dos Alunos, pode sair caro demais para o futuro dos que pretendem ter um ensino de qualidade, pois, claramente, segundo a proposta, os SÁBADOS além de serem 3 horas de “Aula”, também não seriam as Matérias obrigatórias. Para os que dependem do Ensino Público no Brasil, sabe que se nos dias habituais já é complicado dá aulas, imagina nos dias que serão “Distrações”.

Para que fique bem claro que PROPOSTA é: “Condição que se propõe a fim de chegar a um acordo”, porém, o que pais e alguns professores dizem é que não houve nenhuma reunião para discutir tal “Proposta” e por isso parece muito mais uma IMPOSIÇÃO.

Na Proposta, eles mesmo, admitem a falta de preparo para cuidar da Educação: “… diferente do que fora colocado na NOSSA proposta inicial, ” o que é totalmente contraditório, pois, se Secretaria de Educação tenha, no mínimo, pessoas preparadas para fazer um Planejamento que não venha prejudicar o Ensino do Município.

A PROPOSTA DA PREFEITURA:

A proposta da SEMED, segundo publicação, teria 203 dias com a nova Reformulação, mas que seriam os dias de SÁBADO que irá ser preenchido para ter os 203 dias para assim chegar até 16/12/2017.

Segundo a proposta, nos SABADOS, teriam Leitura, Produção Textual, Gincanas Culturais, Oficinas em Matemática, temática e em outras áreas, o mínimo de 3 horas de duração e pelo horário da manhã.

O que se conta entre os Contratados é que, com esta mudança eles seriam demitidos antes do planejado e que o governo que “não tem Crise”, iria EVITAR GASTOS.

No dia 30/10, segunda-feira, alguns pais, professores e representantes da SEMED irão se reunir com a Promotoria do Município para tentar chegar a um Acordo e Barrar a proposta da prefeitura. Seria de suma Importância que outros Pais de Alunos fizessem o mesmo para ajudar seus filhos, pois, só a união de Pais, Alunos e Profissionais da área para mudar o crítico quadro do Ensino e da Educação do nosso Município.

Decisão da SEMED
Calendário Antigo
Decisão da SEMED

Mateus 11. 12

Deixe uma resposta